Biarritz

Por em 12 junho, 2017

Biarritz

“J’ai pour moi les vents, les astres et la mer”, é o lema da cidade. “Eu tenho para mim os ventos, os astros e o mar”. Acrescente a tudo isto luxo, elegância e sedução. Está pronta a fórmula explosiva para o glamour. Esqueça tudo, esqueça a si mesmo. Você está na rainha das praias e na praia dos reis. Você está em Biarritz.

HISTÓRIA

Victor Hugo previu que esta aldeia de pescadores, cheia de costumes antigos e ingênuos se transformaria num balneário quando a descobriu em 1843. Foi construida sobre uma série de colinas ao longo da costa do oceano Atlântico, perto de enseadas e praias de areia fina, falésias, Costa Basca e um porto de pescadores. Em 1784 os banhos de mar em Biarritz já eram moda e, em 1808, Napoleão I já se banhava nestas águas. A fama da região aumentou quando Napoleão III, construiu para sua esposa Eugénie de Montijo uma residência de frente para o mar, em 1855. Foi nesta época que Biarritz começou a atrair reis e rainhas para suas praias.

A Rainha Victoria, os reis Alphonse XIII, Edouard VII e VIII gostavam de se banhar nestas águas. Numerosos Châteaux e belas residências são lembranças desse passado real. Em 1940, durante a segunda guerra mundial, os alemães escavaram o muro do Atlântico nas falésias de Biarritz. Em 27 de junho de 1940, as tropas alemãs ocupam a costa basca. Em março de 1944, a vila foi bombardeada pela aviação aliada, destruindo o aeroporto de Parme, 300 soldados alemães e 150 civis morreram. Em 1960, transformou-se na vila do surf com a primeira competição de surf internacional. O lugar continua a fascinar reis, rainhas, surfistas e o turista comum. A cidade possui em torno de 26 mil habitantes.

O QUE FAZER

O centro de ajuda ao visitante fica na quadra d’Ixelles.

Avenue Edouard VII e o Hôtel du Palais ao fundo

Avenue Edouard VII e o Hôtel du Palais ao fundo

A cidade é pequena e pode ser explorada numa agradável caminhada ou de bicicleta. Mas se caminhar não é sua praia, dê uma geral na cidade no Petit Train que sai da Boulevard du Général de Gaulle. O passeio dura 30 minutos.

Église Saint-Martin

A história de Biarritz se identifica com a história dessa igreja gótica, construída em 1100 no século XII. Nesta época, Biarritz era um próspero centro de caça às baleias. A igreja foi reconstruída em 1541. Foi Napoleão III e sua imperatriz que, no século XIX, ornaram essa igreja de pinturas e abóbadas douradas. Durante longo tempo a igreja serviu de referências para os marinheiros aportarem, eles a viam de longe, quando nada tinha sido construído entre a igreja, as falésias e as praias. Fica no centro da vila entre as ruas d’Espagne e a avenue de Gramont.

Hôtel du Palais
Hôtel du Palais

Hôtel du Palais

Antiga residência de verão do Imperador Napoleão III e sua imperatriz Eugénie de Montijo, foi chamado de “Loucura de Eugénie la Basque”. Hoje, é um hotel e conserva toda a suntuosidade da época que em seu proprietário era um imperador. Vale à pena ser visitado mesmo que você não seja um hóspede. Fica na 1 avenue de l’Impératrice na Grande Plage.

Église Orthodoxe Russe
Igreja Ortodoxa Russa

Igreja Ortodoxa Russa

Construída em 1892 pela aristocracia russa, a igreja possui a cúpula lembrando um céu azul em dia de sol. Fica ao lado do Hôtel du Palais na 8 avenue de l’Impératrice.

Alimentando tubarões

Alimentando tubarões

Musée de la Mer

Apresenta 24 aquários com peixes nativos da baia. As focas são alimentadas 2 vezes por dia e os tubarões uma. Verifique os horários de alimentação dos peixes e focas. Fica no planalto de l’Atalaye.

Chapelle Impérialer

Construída em 1865 perto do hotel du Palais, a capela era um lugar de culto do imperador e da imperatriz. Ela foi dedicada a Notre-Dame de Guadalupe, patrona do México, como lembrança da guerra que a França levou neste país. Fica na rue Pellot.

Musée Asiático

A Ásia está em Biarritz. O museu possui coleções da pré-história até hoje. A maioria delas, vindas do mundo asiático. Fica na 1 rue Guy Petit.

As Praias
Costa praiana de Biarritz

Costa praiana de Biarritz

O Farol

O Farol

Farol de Biarritz – Erguido em 1834, está a 73m acima do nível do mar e foram necessários 248 degraus para chegar ao topo. Daqui é possível visualizar a cadeia de montanhas dos Pirinéus. O farol marca o limite de separação entre Landes e a costa Basca.

Plage Miramar

Plage Miramar

Praia Miramar – Dominada pelo farol do pico Saint-Martin, Miramar é rodeada por residências luxuosas. É charmosa e tranquila. Na maré alta as ondas são muito fortes.

La Grande Plage

La Grande Plage

La Grande Plage – Com uma vista estonteante, esta praia com ondas fortes, água quente e areia fina é dedicada, na maior parte, aos surfistas. Fica de frente para o Cassino e o Hôtel du Palais.

Rocher de la Vierge

Rocher de la Vierge

Rocher de la Vierge – Esculpido nas rochas sob o comando de Napoleão III, o túnel se abre para um cenário de mar e ondas batendo sobre as rochas. No alto, desde 1865, a virgem protege os marinheiros e pescadores da fúria do mar.

Plage Port Vieux

Plage Port Vieux

Praia Port Vieux – Pequena praia sem onda ou ventos, frequentada, especialmente, por famílias com crianças. Para se chegar à praia, é necessário descer alguns lances de escada.

Praia Côte des Basques – Cercada por falésias e com vista para a costa Espanhola, possui uma enorme extensão de areia na maré baixa. É a preferida dos surfistas.

Marbella Plage

Marbella Plage

Praia Marbella – É uma extensão da praia Côte des Basques. Esta praia selvagem e de dificil acesso é uma das mais queridas pelos surfistas.

Plage Milady

Plage Milady

Milady Praia – Esta praia é a mais popular entre moradores locais. O acesso é fácil, mas as ondas podem ser fortes na maré alta.

OS ARREDORES (BATE E VOLTA)

Porto de ST-JEAN-de-LUZ

Porto de ST-JEAN-de-LUZ

ST-JEAN- de-LUZ – este porto de pesca de atum do país Basco, descoberto no século XIX pelo escritor britânico Herbert George Wells passou a ser frequentado por grande número de turistas desde essa época. La Grande Plage, a praia de areias brancas, é uma das atrações de Saint-Jean-de-Luz. Mas a maior atração de todas é a gastronomia de frutos do mar, sempre frescos. Os chefs locais são bem criativos na construção de seus pratos. Aqui, entre 1644 e 1648, foi construída “La Maison Lahobiague”, uma casa que foi morada de Louis XIV por 3 meses antes de seu casamento com Marie-Thérèse. A cerimônia do casamento foi celebrada na igreja de Saint-Jean-Baptiste de Saint-Jean-de-Luz em junho de 1660. St-Jean-de-Luz fica a 15km de Biarritz e o trem gasta só 15 minutos para chegar lá.

Cathédral de Sainte-Marie em Bayonne

Cathédral de Sainte-Marie em Bayonne

Bayonne – Na capital do País Basco há um porto, ruas estreitas e muros. A velha Bayonne possui uma catedral, a Sainte-Marie, construída em 1258, quando Bayonne ainda estava sob o domínio inglês. Em 1451 quando passou a fazer parte da França, a catedral passou a ter uma identidade que é uma mistura de França e Inglaterra. Para adoçar sua visita, a cidade é referência na fabricação de chocolate. Visite o Atelier de Chocolat de Bayonne Andrieu. É alucinante! Bouquet de chocolates aromatizados é a grande sedução. Não perca também o Musée Basque (museu de arte decorativa) et Musée Bonnat(museu de pintura francesa). Bayonne fica a 00:15hs de Biarritz e o ônibus número 1 pode leva-lo até lá. O desembarque é feito na Mairie (prefeitura) de Bayonne.

SOUVENIRS

Os grandes estilistas se exibem na place Clemenceau, coração de Biarritz.

Para adoçar a vida, os chocolates e doces de Biarritz são inesquecíveis.

Mille et un Fromages – esta delicatessen possui 1001 sabores de queijos, e vinhos para acompanhar. Fica na 8 rue Victor Hugo.

A maioria das lojas de souvenirs vende as espadrilles (sandália de lona com solado de corda), uma versão bem francesa das sandálias de praia.

Confiserie Pariès – vende os deliciosos Tourons (um doce de pasta de amêndoa confeitadas de vários sabores) ou o Canougat(caramelo macio). Fica na 1 place bellevue.

QUANDO ANOITECE

Comece com um passeio no Port des Pecheurs, point dos pequenos restaurantes e aglomerações.

Le Casino Municipal – Façam suas apostas. Milionários nasceram aqui! A entrada é gratuita e nenhum traje especial ou documento é exigido, exceto na sala “Les Jeux de Table” , onde o jogador não pode estar de short, molhado ou sem camisa, e um documento com foto é solicitado. Fica 1 avenue Edouard VII – Grande Plage.

COMO CHEGAR

Biarritz fica a 779 km, a sudoeste de Paris, na região de Aquitaine . Partindo de PARIS GARE D’AUSTERLITZ, o TGV gasta 11:35hs até a estação de Biarritz. A estação fica a 3km do centro de Biarritz em La Negresse. Pegue o ônibus número 2 para o centro.

Bordeaux fica a 193 Km de Biarritz e a viagem dura 2:04hs até a estação Biarritz.

Lourdes fica a 211Km de Biarritz e a viagem de TER/TGV dura 3:15hs com uma conexão em Dax station).

QUANDO IR

Biarritz está aberta aos ventos marinhos vindos da costa do Atlântico, dos Pirinéus e uma brisa local. Os invernos são leves com temperatura em torno de 8°C. O verão é agradável com temperaturas em torno de 20°C. As chuvas são poucas, exceto no inverno que possui episódios de fortes tempestades de curta duração.

Em meados de Julho – a capital do Surf da França desce da cidade para a praia Côte des Basque, para o Festival Internacional de Longboard Feminino.

Em setembro –No festival “ Le Temps d’Aimer – Tempo para amar”, as igrejas, parques e auditórios apresentam eventos culturais, performances de dança moderna e balet, durante 2 semanas.

ONDE FICAR

Hôtel du Palais – Foi Napoleão III que o construiu em 1854, um mimo para a imperatriz Eugénie. Os quartos foram cuidadosamente mobiliados e as cortinas são de seda. Os quartos da costa Basca oferecem um lindo por sol. Fica na avenue l’Impératrice. Diárias a partir de 650 euros.

Hôtel de la Plage – Este hotel fica a um minuto da praia Port Vieux. Muitos restaurantes por perto. Fica na 3 esplanade du Port vieux. Diárias a partir de 60 euros.

Não tem hotel mais barato? Tem.

Hotel Atalaye – No coração da cidade, este hotel possui ótima localização, próximo à praia, ao farol e ao cassino. Os quartos têm boa manutenção e a maior parte dos banheiros possui chuveiros. Fica na 6 rue des Goelands, plateau de l’Atalaye. Diárias a partir de 50 euros.

ONDE COMER

CIBO Pizzeria – O restaurante possui 2 pequenas salas. As pizzas são de alta qualidade. Desde o pedido começa uma viagem pela Itália. Fica na 51 bis rue Gambetta. Menu a partir de 14 euros.

Tikia – Pequeno restaurante com uma vista incrível. Pratos de alta qualidade. Fica 1 Place Ste Eugénie. Menu formule (entrada + prato principal + sobremesa) por 19 euros.

Não tem hotel mais barato? Tem.

Crampotte 30 – Este quiosque típico do vieux port, na beira da praia, simples e autêntico, fica bem no coração de Biarritz. Experimente o Tapas, Verrine du Maison, gateau Basque e vinho Basco. Localizado na 30 port des pecheurs. Menu a partir de 8 euros.

Bon Voyage!!!


Você também precisa conhecer

12 de junho de 2017

12 de junho de 2017

RELACIONADOS
Lourdes

12 de agosto de 2017

Bordeaux

23 de junho de 2017

  • Viajando sobre trilhos

    Biarritz, suas praias são maravilhosas

Biarritz
15°
céu limpo
Humidade: 87%
Vento: 3m/s WSW
Max. 17 • Min. 14
19°
Sab
13°
Dom
13°
Seg
Dados da OpenWeatherMap
Quem sou
Bird

Conheci a França através dos livros e descobri que este país é, por si só, um exemplar admirável. Desses que te hipnotizam da primeira página ao último ponto. Violento e delicado, por vezes há um toque de conto de fadas. Pura emoção.

A história francesa é o cenário principal da narrativa com suas coerências e paradoxos, glórias e fracassos. Registre!!! A leitura mágica me transportou para tempos remotos e contemporâneos.

Quero que a minha viagem seja nossa. Ela está aqui, na bilheteria da estação ferroviária. Faça uma boa viagem e volte para me contar. Como dizem os franceses: "À Bientôt, j'espère."

Parceiros